paykasa bozum
 Produção Científica

Pró-Saúde / Pet-Saúde

Produção Científica

Semana de Extensão UFMG 2013

TRABALHO: 31025 - PROMOÇÃO À SAÚDE: CAPACITAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DO CENTRO DE SAÚDE RIBEIRO DE ABREU
 
Coordenador/Orientador: LEILIANE COELHO ANDRE
 
Autor e Co-autores: MARINA PINTO MARLIERE,ADIRLEY MAIA VIANA,ADRIANA LUCIA FERRIS DE ASSUNCAO,ALESSANDRA ALCANTRA DE CASTRO, AMANDA SANTANA DE SIQUEIRA TEIXEIRA, CAMILA DAMAS MARTINS, ERIKA PAZ DE SOUZA SANTOS, GISELE MAIA OLIVEIRA,ISABELA DE REZENDE XAVIER, JENNIFER REIS RODRIGUES, RAFAELA COSTA RUBIM SACRAMENTO, RENATA FONSECA MOREIRA ANDRADE.
 
Resumo:
 
Introdução: Localizado na Região Nordeste de Belo Horizonte, o bairro Ribeiro de Abreu é uma zona de ocupação recente, que vem crescendo de forma rápida e desordenada em virtude do aumento da população e da falta de planejamento. A região tem problemas infra-estruturais, como serviço de transporte precário, escassez de vias de acesso e ocupação desordenada às margens do córrego do Onça. Estes problemas trazem prejuízos ambientais, que refletem diretamente no estado de saúde e qualidade de vida da população. A participação dos agentes comunitários de saúde (ACS) na Atenção Primária à Saúde objetiva assegurar uma comunicação efetiva entre o serviço de saúde e a comunidade, desenvolvendo ações que visem às reais necessidades da população da área de abrangência do Centro de Saúde (CS), sempre em conjunto com a equipe interdisciplinar. O ACS é um profissional da comunidade que a representa dentro do CS. Entre as atribuições deles, consta o desenvolvimento de atividades como promoção da saúde, prevenção de doenças e agravos, e vigilância à saúde. São realizadas visitas domiciliares, ações individuais e coletivas tanto nos domicílios como na comunidade, mantendo a equipe de saúde da família (ESF) e de apoio, informada acerca das reais necessidades das famílias sob sua responsabilidade, principalmente aquelas que se encontram em situação de risco. Ao se analisar as potencialidades desse profissional no serviço, percebe-se sua importância no envolvimento da população para enfrentamento dos problemas de saúde, sobretudo para a modificação de suas condições de vida. Objetivo: Desenvolver atividades educativas, por meio de oficinas, na área de saúde e ambiente voltadas aos ACS. Espera-se que após a realização de tais atividades, os ACS estejam aptos a identificarem condições ambientais capazes de alterar o estado de saúde do usuário, além de prestarem informações que possam contribuir para o aumento da qualidade de vida da população da área de abrangência do CS Ribeiro de Abreu. Metodologia: O CS conta com 3 ESF, sendo que cada equipe é composta por 5 ACS totalizando 15 ACS. Cada uma é responsável por uma área que apresenta em torno 220 domicílios. Todos os ACS foram convidados a participar de um encontro, por meio do qual buscou sensibilizar estes profissionais acerca da importância do seu trabalho, além dos objetivos e metas do presente estudo. Os ACS, a partir do conhecimento das reais necessidades de suas áreas adstritas, propuseram temas de interesse da população. Após a análise destes temas foi programada a capacitação deles. A intervenção foi realizada por meio de oficinas de capacitação, no período de fevereiro a março de 2013, no CS Ribeiro de Abreu. Foram realizadas 5 oficinas abordando os seguintes temas: higiene corporal, cuidados com a água, higienização de alimentos, prevenção/controle da leptospirose e prevenção da leishmaniose, no qual posteriormente será realizada uma palestra aos ACS mostrando a importância da castração e posse responsável para o controle dessa doença e desenvolver juntamente com eles uma campanha de castração gratuita nos cães e gatos (Castraqui) do bairro, em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses de Belo Horizonte, sendo que algumas ações já estão em andamento. As oficinas foram ministradas por profissionais da equipe interdisciplinar do CS, fonoaudióloga, médico, nutricionista, veterinária e agente de endemias. Resultados A capacitação dos ACS proporcionou o compartilhamento de conhecimentos e informações úteis para a população, tornando-os um multiplicador dos conhecimentos adquiridos, levando à comunidade uma fala educativa. Conclusão: A realização das oficinas mostrou ser uma importante ferramenta, minimizando os aspectos negativos das condições ambientais e de saúde na área de abrangência do CS Ribeiro de Abreu.

Busca Rápida

Busca Rápida

Eventos

? Nenhum evento encontrado